O céu vai cair sobre nossas cabeças

No encontro do dia 19 de maio, após a apresentação dos convidados feita pelo dramaturgo Francisco Carlos, as primeiras palavras ditas por Davi Kopenawa foram na língua yanomami. Depois ele contou em português onde fica sua aldeia, localizada na fronteira entre o Brasil e a Venezuela, sobre o seu dia a dia, sobre os pajés e o cuidado com a natureza, o coração da floresta, o céu e como cuidam do planeta. O líder yanomami falou da ação predatória do homem branco, sua sociedade industrial e a noção de progresso. Progresso que “elimina o convívio com a natureza, que entende a natureza como fonte de “recursos” de produção ao invés de fonte de vida.”

Dário Kopenawa, filho de Davi Kopenawa, apresentou o projeto Hutukara, no qual é coordenador de políticas públicas. Hutukara é uma associação indígena que representa mais de 2.500 yanomamis, foi criada para articular ações e projetos com não-índios. Hutukara em língua yanomami significa “terra ancestral”. O antropólogo Eduardo Viveiros de Castro contou sobre a importância da luta e do trabalho de Davi Kopenawa. Leu um trecho do prefácio escrito para o livro de entrevistas com Ailton Krenak: “2014, ano especialmente negro para os índios brasileiros, que se viram acossados pelo que parece ser a ofensiva final contra suas terras, sua saúde e seus modos de vida. Ano que se encaixa, entretanto, perfeitamente dentro do período atual de nossa história, dominado pela obsessão frenética por um “crescimento econômico” cuja estupidez antropológica só encontra equivalente em sua insensatez ecológica.”

O primeiro livro ‘A Queda do Céu: Palavras de um Xamã Yanomami’, escrito por Davi Kopenawa com a colaboração do antropólogo francês Bruce Albert, é um relato único da história de vida do pajé e líder de povo yanomami. Lançado em 2014 em francês e inglês, em agosto de 2015 será lançada versão em português em Manaus (AM). Para Davi, o livro fala do medo dos yanomamis do progresso com as construções de hidrelétricas, transposições de rios, desmatamento das florestas e mineração acelerada. Ele avisa: “o chão vai desabar e o céu vai cair sobre as nossas cabeças, não só na cabeça dos índios.”

Mais informação sobre a Associação Yanomami Hutukara clique aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s